Temporada comemorativa de 90 anos da Sinfônica de Campinas começa neste fim de semana


O maestro regente Victor Hugo Toro conversou com o G1 sobre as expectativas e surpresas das comemorações, que começam nesta sexta-feira (15). Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas na inauguração do Teatro Castro Mendes
Fernando Pacífico/G1
A temporada de concertos da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (SP) começa nesta sexta-feira (15) e neste ano é ainda mais especial: em 2019 o grupo completa 90 anos, sendo uma das mais antigas orquestras sinfônicas do Brasil ainda em atividade.
Em entrevista ao G1, o maestro regente Victor Hugo Toro compartilhou detalhes sobre as comemorações. Segundo ele, “será uma temporada muito especial de olhar para o passado e pensar também como será o futuro, imaginar como serão os próximos 90 anos”.
Para a abertura da temporada foram escolhidas obras do campineiro Carlos Gomes e a ópera Cavalleria Rusticana do italiano Gomes Pietro Mascagni, considerada uma das primeiras composições do realismo operístico italiano.
“Carlos Gomes é sempre de praxe, o maior compositor de ópera das Américas. Inclui-lo em nossa temporada é uma questão de honra para a nossa orquestra. Queríamos também fazer uma grande ópera de apelo popular muito importante”, explica Toro.
Maestro titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas Victor Hugo Toro
Fernanda Sunega
Pessoas e instituições que marcaram a história da Sinfônica e que ‘formam parte do espírito da cidade’, como pontuou o maestro, também devem ser homenageadas na noite de abertura com uma moeda comemorativa dos 90 anos.
“A sinfônica de campinas tem um relacionamento eu direi emocional com a cidade de Campinas que outras orquestras gostariam de ter com suas cidades. Em outros lugares a orquestra é um grupo cultural que se apresenta. Aqui é uma questão de orgulho”
“Eu ter a possibilidade de ser o líder cultural dessa instituição nesse momento histórico que é a celebração de 90 anos é realmente muito, muito especial”, comemorou.
Festa deve durar o ano todo
Definida por Toro como ‘uma grande festa com duração de um ano’, a temporada consiste em uma série de 14 programas em 28 concertos apresentados entre março e dezembro no Teatro Municipal José de Castro Mendes com entrada gratuita.
No repertório está a apresentação do primeiro programa de 1929 e também de 1968 – ano em que a orquestra foi oficialmente municipalizada. Além disso, há a previsão de uma apresentação a fim de relembrar a participação da orquestra nos comícios do movimento Diretas Já, há 35 anos.
Orquestra Sinfônica de Campinas inicia a temporada 2019 neste fim de semana
Fernanda Sunega
“Esperamos visitar principalmente as cidades de Nova Odessa (SP) e Sumaré (SP), com elas teremos visitado todas as cidades da região metropolitana de Campinas”, pontuou o maestro.
Dentre as ações preparadas para a comemoração durante o ano estão previstas ainda exposições para contar a história da orquestra, lançamento de livro e documentário e até programas especiais na TV.
Toro anunciou ainda uma parceria com o Centro de Memória da Unicamp para a criação de uma base de dados sobre todos os concertos da história da orquestra.
Para isso, a Orquestra conta com a colaboração da população que possua fotografias, programas, documentos, gravações e outros materiais que ajudem a contar a história desses 90 anos.
Parceiros
O maestro ressalta ainda a importância do apoio de pessoas e instituições no sentido de prover patrocínios e doações ao grupo, que ele considera como a maior estrutura artística de todo o interior paulista.
“É uma instituição muito importante e muito inserida na sociedade campineira. Os campineiros sentem orgulho da sua orquestra. Ela faz parte do DNA campineiro. E nada melhor do que se associar justamente à essa orquestra através de apoio, doações, leis de incentivo e patrocínios”.
Serviço
Concerto de abertura da temporada da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas
Datas e horários: sexta (15) e sábado (16) às 20h e domingo (17) às 17h
Local: Teatro Municipal José de Castro Mendes – Praça Corrêa de Lemos, sem número, Vila Industrial, Campinas)
Preço: entrada gratuita, com retirada dos ingressos com uma hora de antecedência na bilheteria do teatro.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.
Source: http://g1.globo.com/dynamo/rss2.xml

Loading...