Presidente do Chile decreta estado de emergência após protestos em Santiago


Decreto vale para as províncias de Santiago e Chacabuco e nas comunas de Puente Alto e San Bernardo, na Região Metropolitana. Atos acabaram em violência nesta sexta. Incêndio em estação do Metrô durante protesto no Chile
Reuters/Ramon Monroy
O Presidente do Chile, Sebastián Piñera, decretou estado de emergência na madrugada deste sábado (19) após protestos que tomaram estações de Metrô na capital Santiago. As manifestações, que aconteceram contra aumento no preço das passagens, acabaram em violência.
Segundo a CNN, Piñera disse em comunicado que o estado de emergência vale para as províncias de Santiago e Chacabuco e também nas comunas de Puente Alto e San Bernardo, na Região Metropolitana. O general da divisão Javier Iturriaga del Campo foi nomeado como chefe da defesa nacional.
O presidente afirmou ainda que nos próximos dias o governo convocará um diálogo transversal e fará ‘todos os esforços para aliviar a situação dos que foram afetados pelo aumento”.
Por causa dos atos, o metrô de Santiago fechou durante toda esta sexta-feira. Milhares de pessoas derrubaram portões, quebraram catracas e passaram sem bilhete pelos controles de acesso – e a polícia revidou com bombas de gás lacrimogêneo.
Source: http://g1.globo.com/dynamo/rss2.xml

Loading...