PM prende miliciano que extorquia dinheiro de moradores na Praça Seca

RIO – Policiais militares do 18º BPM (Jacarepaguá) prenderam, na noite desta quarta-feira, Raphael da Silva Nascimento, miliciano conhecido como Pezão da Chacrinha. Ele foi preso na comunidade do Bateau Mouche, na Praça Seca, Zona Oeste do Rio. O homem estava com uma pistola e 18 carregadores de fuzil com 492 peças de munição no momento em que extorquia moradores da região. A prisão ocorreu a partir de uma informação passada à PM pelo Disque-Denúncia (2253-1177).

Segundo o tenente-coronel Roberto Dantas, comandante do 18º BPM, Raphael também integrava um grupo de milicianos que controlavam um condomínio da Aeronáutica, na Praça Seca. Eles são acusados de extorsão e formação de milícia armada. O condomínio, na Rua Barão, foi inaugurado em 1972 e administrado durante anos por integrantes da Força Aérea Brasileira (FAB). Mas assistiu a seu entorno favelizar e à região entrar no mapa da violência do Rio. Antes da milícia, o tráfico no Morro da Barão, localizado ao lado do conjunto, já causou problemas.

Material apreendido com miliciano preso Divulgação/PM

Além da pistola e dos carregadores, Pezao da Chacrinha estava com uma granada, um rádio transmissor, R$ 1.334,50 em espécie, 85 cadernetas de cobrança, um cinto tático e uma capa de colete tático. O caso foi encaminhado à 28ª DP (Campinho). Pela prisão de Raphael, o Portal dos Procurados oferecia uma recompensa de R$ 1 mil.

A região é conhecida pela guerra entre traficantes e milicianos. Na primeira semana deste ano, traficantes de drogas que dominam a favela Bateau Mouche, que é separada da Chacrinha pela Avenida Cândido Benício, teriam retomado o controle da comunidade.

Source: http://oglobo.globo.com/rss.xml?completo=true

Loading...