O MEC está prestes a esterilizar uma geração de brasileiros

A Europa do pós-guerra era povoada por crianças e adolescentes. A esmagadora maioria deles passava poucos anos na escola. Até a década de 1950, como explica o historiador Tony Judt, grande especialista no período, as pessoas deixavam os bancos escolares entre 12 e 14 anos. A Europa ilustrada é uma obra recente, executada por uma geração de políticos, especialistas e reformadores cientes do desastre que seria relegar a educação ao ocaso que ela vivera nos anos anteriores.
Leia mais (05/15/2019 – 14h03)
Source: http://feeds.folha.uol.com.br/emcimadahora/rss091.xml

Loading...