No exterior, croatas e australianas aprender a gingar com musas da Sapucaí

RIO — Faz tempo que o gingado dos terreiros do Rio e das rodas da Bahia ultrapassa fronteiras. Como o mundo fica de queixo caído com o samba no pé, há musas da Sapucaí que fizeram do tal requebrado profissão em lugares que desafiam a imaginação, dos Bálcãs à Oceania. No caso de Mishel e Anny Alves — que hoje dão aulas do ritmo no exterior —, elas próprias se apaixonaram pelo batuque a muitas léguas de distância da Avenida.

Mishel nasceu do outro lado do planeta, em Brisbane, na Austrália. Este ano, em seu sétimo carnaval no Rio, será musa do Império Serrano. Em sua cidade natal, tem um estúdio para ensinar samba. E, com uma metodologia que criou especialmente para as estrangeiras, faz sucesso como professora da dança, tanto no Vietnã quanto nos Estados Unidos. No próximo sábado, inclusive, 30 de suas discípulas, 20 delas australianas, vão brilhar na Império da Tijuca.

LEIA:Concurso de fantasia Serpentina de Ouro está de volta com novidades

Fascinada, decidiu conhecer o Rio. Musa da Porto da Pedra, Anny Alves nasceu na Bahia e acabou como professora de samba em Zagreb, capital da Croácia. Ela foi para lá, após ser convidada para fazer shows de ritmos brasileiros.

Leia a reportagem na íntegra.

Source: http://oglobo.globo.com/rss.xml?completo=true

Loading...