Medidas cautelares no inquérito da PGR sobre porteiro de Bolsonaro

Medidas cautelares (como o recolhimento de aparelhos eletrônicos) podem estar em andamento no inquérito pedido pela PGR contra o porteiro do condomínio onde tem casa Jair Bolsonaro e um dos acusados pelo assassinato da vereadora Marielle Franco, o sargento reformado da PM Ronnie Lessa.

A investigação, conduzida pelo procurador da República Douglas Araújo, tramita em sigilo absoluto na 6ª Vara Federal Criminal. No caso de recursos, o TRF2 entrará no caso.


Source: http://feeds.feedburner.com/noticiasveja?format=xml


Outros destaques: