Mais cinco mortes por gripe são registradas no Rio Grande do Sul em uma semana


Trinta e três pessoas já morreram, desde o início do ano, pela doença. Cidade que concentra maior número de casos é Porto Alegre, com seis óbitos. Maioria das vítimas tinha mais de 60 anos. Vacina contra gripe
Reprodução/RBS TV
O número de mortes por gripe no Rio Grande do Sul desde o início de 2019 chega a 33, conforme o último levantamento do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), divulgado nesta quarta-feira (14). As informações do boletim são dos casos confirmados até o último sábado (10).
São cinco mortes a mais do que o divulgado na informe anterior, no último dia 8. De acordo com a classificação dos vírus, o total é:
Influenza A (H1N1) – 23
Influenza A (H3N2) – 7
Influenza A não subtipado – 2
Influenza B – 1
Do total de vítimas, 18 tinham mais de 60 anos. Nove tinham entre 50 e 59. Uma vítima tinha entre 40 e 49, uma estava na faixa dos 30 a 39.
As outras quatro vítimas são crianças: uma entre 1 e 4 anos, uma entre 6 meses e 11 meses, e duas com menos de seis meses, mostram os dados do CEVS.
Em relação às cidades em que as mortes foram registradas, o relatório aponta que:
Canoas – dois casos
São Francisco de Paula – um caso
São Leopoldo – um caso
Sapiranga – um caso
Três Coroas – dois casos
Barra do Ribeiro – um caso
Guaíba – um caso
Porto Alegre – seis casos
Viamão – um caso
Capão do Leão – um caso
São Lourenço do Sul – um caso
Santa Maria – um caso
Três Passos – um caso
Tramandaí – um caso
Panambi – um caso
Gramado – um caso
Pinhal da Serra – um caso
Passo Fundo – dois casos
Bagé – um caso
Alegrete – um caso
São Gabriel – um caso
Santo Ângelo – um caso
São Luiz Gonzaga – um caso
Vale do Sol – um caso
Santa Rosa – um caso
Source: http://g1.globo.com/dynamo/rss2.xml

Loading...