Maior traficante de armas do Brasil é preso nos Estados Unidos

Frederik Barbieri, brasileiro radicado nos Estados Unidos, apontado pela polícia como o maior o traficante internacional de armas para o Brasil, foi preso em sua casa, na Flórida, na madrugada do sábado 24. A captura ocorreu através do Serviço de Imigração e Alfândegas dos Estados Unidos (ICE), que também interceptou o a carga de mais 40 fuzis para o Brasil.

Barbieri é acusado de ter enviado ao Brasil, em maio do ano passado, outros 60 fuzis — que chegariam às mãos de traficantes cariocas. Mas uma investigação da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) também apreendeu o material, que já estava dentro do terminal de cargas do Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

O material apreendido foi a maior já ocorrido em um terminal aéreo do Brasil — eram fuzis AK-47, AR-10 e G3, que só poderiam ser usados por tropas especiais da polícia.

Frederik Barbieri já era procurado pela polícia brasileira desde 2010, quando uma carga de munição foi encontrada em um contêiner em seu nome no porto de Salvador (BA).

Dois anos depois, ele fugiu para os Estados Unidos e obteve cidadania americana. Durantes os últimos anos levou uma vida de luxo na Flórida, de onde gerenciava, à distância, os negócios com a ajuda do filho João Felipe, e Edson da Silva Ornelas, apontado como seu contador —  ambos presos em agosto 2017 pela Polícia Civil do Rio.

Em 2015, recebeu mandato de prisão preventiva e teve seu nome incluído na lista de procurados da Interpol.


Source: http://feeds.feedburner.com/noticiasveja?format=xml

Loading...