Lagarde. De cara da austeridade a diplomata do euro

Foi o rosto das políticas de austeridade durante os anos da crise das dívidas, na defesa das reformas estruturais que dariam à economia portuguesa capacidade para recuperar e tornar-se mais resistente a choques. Agora, Christine Lagarde deixa o Fundo Monetário Internacional (FMI) e regressa à Europa para assumir os destinos da política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e volta a ser credora de Portugal, ainda que de forma indireta.
Source: http://feeds.jn.pt/JN-Ultimas

Loading...