Eventos no Brasil e no mundo abrem comemorações dos cem anos da União Astronômica Internacional

RIO – Desde esta quinta e até domingo cariocas, paulistas e moradores de diversas localidades do país poderão participar de observações do céu noturno e do Sol, bem como assistir apresentações e palestras sobre astronomia com profissionais da área. Intitulada “100 horas de astronomia”, a iniciativa abre as comemorações dos cem anos da União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês), em 2019. Com o slogan “Cem anos debaixo do mesmo céu”, a celebração também contará com centenas de outros eventos em vários países neste fim de semana e ao longo de todo ano.

Fundada em 2019, a IAU é a “guardiã” da astronomia mundial, sendo responsável, entre outras atribuições, pela designação dos nomes oficiais de objetos celestes, bem como sua classificação. Foi em reunião da IAU em 2006, por exemplo, que os astrônomos decidiram “rebaixar” Plutão à categoria de “planeta anão”, o que gerou protestos de alguns integrantes da categoria e do público em geral.

No Brasil, entre as atividades previstas para o fim de semana estão “Veja o Sol como o imperador”, observação de nossa estrela na área do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro; “Sob o mesmo céu”, com observações com o telescópio Bingo, do Observatório Astronômico Municipal de Diadema, São Paulo; e “100 Horas de Astronomia no Observatório Astronômico da Sé”, com montagem de telescópios para observações e exposição no Observatório Astronômico da Sé em Olinda, Pernambuco.

– A astronomia é uma ciência belíssima que nos permite vislumbrar a História do Universo – destaca Eduardo Penteado, coordenador de divulgação da IAU no Brasil. – Compartilhar as descobertas astronômicas é importante para que todos possamos perceber a grandiosidade do Cosmos e a fragilidade do nosso pequeno planeta Terra.

A lista completa de eventos no país pode ser acessada aqui ou aqui.

Source: http://oglobo.globo.com/rss.xml?completo=true

Loading...