Especialistas alertam que perda auditiva começa cada vez mais cedo

Volume alto nos fones de ouvido é apontado como um dos principais causadores de danos à audição dos jovens

Jornal Opção

Jornal Opção
Jornal Opção

Foto: Agência Brasil

A poluição sonora a que somos submetidos, voluntária ou involuntariamente, pode trazer consequências nada agradáveis à audição. Sirenes, obras em edifícios, carros de som, TV em alto volume, shows, música altíssima nos fones de ouvido, tudo isso pode provocar perda auditiva ao longo do tempo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que mais de 1 bilhão de jovens no mundo correm o risco de desenvolver problemas auditivos diante de uma exposição prolongada e excessiva a sons em volume alto, principalmente por meio de fones que conduzem o som alto diretamente ao canal auditivo.

De acordo com a entidade, se o nível de som ficar abaixo dos 80 decibéis, é possível ouvir música em segurança por até 40 horas por semana. No caso de crianças, o índice cai para 75 decibéis. Ao utilizar fones de ouvido, o ideal é que o volume seja ajustado em menos de 60% do máximo que pode ser alcançado.

“Essa
geração da tecnologia, que não larga os smartphones, dependerá mais de
aparelhos de audição no futuro. Isso porque ao se expor a uma intensidade
sonora acima de 80 decibéis, todos os dias, aumenta o risco de danos
irreversíveis à audição com o passar do tempo”, alerta a fonoaudióloga Isabela
Papera.

A profissional
ressalta, no entanto, que as consequências não são as mesmas para todos. Variam
de acordo com o período de exposição sonora e a predisposição genética de cada
um. “Recomendamos ao que usam fones com frequência que façam uma avaliação
periódica. A audiometria informa se o indivíduo já tem perda auditiva e como
deve proceder, a partir daí, para evitar o agravamento do problema”,
aconselha Isabela.

“Quanto mais cedo for detectada a perda auditiva, melhor. Infelizmente, é comum que a pessoa só procure tratamento quando o caso está mais grave. Qualquer dano à audição é cumulativo, vai se somando ao longo do tempo e os efeitos podem não ser logo sentidos”, ressalta a fonoaudióloga. (Com informações da Telex Soluções Auditivas)

O post Especialistas alertam que perda auditiva começa cada vez mais cedo apareceu primeiro em Jornal Opção.

Source: http://noticias.r7.com/feed.xml

Loading...