Elize Matsunaga desistiu de 'saidinha' da cadeia no Dia dos Pais

A detenta Elize Araújo Kitano Matsunaga, condenada em 2016 por matar e esquartejar o presidente da Yoki, Marcos Kitano Matsunaga, em 2012, desistiu de deixar temporariamente a cadeia na “saidinha” do Dia dos Pais. Elize havia conseguido a progressão da pena para o regime semiaberto, e sua saída temporária estava autorizada pela Justiça. [Leia mais…]
Source: http://atarde.uol.com.br/arquivos/rss/brasil.xml

Loading...