Demissão de Cintra não vai atrapalhar reforma tributária, diz Alcolumbre

Em declaração à imprensa na noite desta quarta-feira 11, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, afirmou que a demissão do secretário da Receita, Marcos Cintra, não atrapalhará o andamento da reforma tributária. “O Senado vai esperar o próximo interlocutor para construirmos um texto de consenso”, disse Alcolumbre, que declarou ter um bom relacionamento com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e compreendeu a demissão. Segundo ele, saída de Cintra devido à discussão de uma possível volta da CPMF mostra “que os brasileiros não aguentam mais pagar impostos”.

Nesta quarta, Alcolumbre recebeu uma nova proposta de reforma tributária do Comitê de Secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal (Comsefaz). Segundo o presidente da entidade declarou à Agência Estadão Conteúdo, o secretário estadual de Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles, as sugestões foram apresentadas na forma de um substitutivo que, além de representar o pensamento unitário dos Estados, traz “aperfeiçoamentos” às propostas legislativas que tramitam sobre o tema.

O presidente do Senado é defensor da reforma tributária e afirmou que o relator da pauta no Senado, vem fazendo “um debate altivo, produtivo e construtivo” com diversos seguimentos da sociedade.

“Nós estamos lutando por essa matéria para desburocratizar a vida dos brasileiros e promover o desenvolvimento econômico gerando empregos e riqueza no Brasil”, afirmou Alcolumbre à Agência Senado

“O Senado Federal tem se debruçado, desde o dia de apresentação dessa PEC, com 65 assinaturas da ampla maioria dos senadores, e tem se voltado para a importância dessa matéria. A gente tem a consciência da possibilidade que temos de fazer da vida das pessoas uma vida simplificada a partir da simplificação desses imposto”, completou.


Source: http://feeds.feedburner.com/noticiasveja?format=xml

Loading...