"Deixem que as pessoas se pronunciem sem pressa e sem pressões", diz Cristas sobre eutanásia

A ex-presidente do CDS-PP Assunção Cristas defendeu esta sexta-feira um referendo sobre a despenalização da morte medicamente assistida, pedindo que seja dada aos portugueses a possibilidade de se pronunciarem “sem pressa e sem pressões” sobre algo “profundamente desumano”.
Com Agências | JN-Ultimas


Outros destaques: