Conheça Anny Meisler, a decoradora das casas de Bruna Marquezine e Tatá Werneck

Anny Meisler lembra-se, cheia de
alegria, de dias que eram especiais na sua infância: aqueles em que passava na
fábrica de piscinas e brinquedos de jardim que o pai tinha em Guadalupe, na Zona
Norte, um verdadeiro parque de diversões para ela e as amiguinhas. Aos 18 anos,
decidiu cursar Administração e voltou para a fábrica como funcionária. Conheceu
os detalhes da confecção de mobiliários, técnicas de produção e aprendeu a
vender seu produto. O passo seguinte foi abrir, há dez anos, a empresa Lazer, o
início do que hoje é a LZ Studio.

— Foi uma empresa que mobiliava áreas comuns de hotéis, hospitais,
condomínios, estádios de futebol, aeroportos e restaurantes. Eu, uma menina de
20 e poucos anos, olhava aqueles lugares enormes que eu tinha feito e nem
acreditava — lembra Anny.

79981934_EL Rio de Janeiro RJ 21-11-2018 - Entrevista com Anny Meisler dona da loja LZ Studio. Foto.jpg

Quatro anos depois, a empresária viu que, além do público de varejo, poderia
ter uma loja para o cliente final. Muitos que conheciam seus projetos a
procuravam querendo saber se ela poderia vender por unidade, para uso
residencial. Foi então que, quatro anos depois, ela abriu a LZ Studio, em
Ipanema.

—Eu não estou vendedora. Eu sou vendedora. É o que gosto de fazer. Encontrei
a casa onde é a LZ andando pela rua e vi que o espaço seria perfeito para abrir
uma loja que fosse diferente, que oferecesse experiências — conta ela.

A LZ Studio foi inaugurada em uma
época em que jovens cariocas começaram a investir em design e o câmbio era
favorável. Anny acabou abrindo a loja cheia de marcas gringas que ainda não
chegavam por aqui, como Riva 1920, Muuto, Flou e Fat Boy. A LZ virou uma casa
cheia de móveis e objetos divertidos.

78900652_el casamento LZ Studio.jpg

— A
seleção de fornecedores veio de um caderninho de anotações que eu levava aonde
fosse. Volta e meia, estava agachada embaixo de uma mesa tentando encontrar o
nome do fornecedor. Essa lista pessoal foi meu guia de compras — diz Anny.

Com o tempo, ela foi criando a identidade da
LZ, com peças grandes e pequenas, caras e baratas, mais sóbrias ou mega-ousadas.
O high-low é um dos trunfos dali e, muito por isso, ela assina o décor
de casas de gente como Preta Gil, Fernanda Rodrigues, Fernanda Souza, Bruna
Marquezine e Tatá Werneck.

— Não faço questão de que seja uma
peça assinada. Busco um produto legal e ponto final. Nesses 6 anos, muitas
coisas mudaram. Hoje, o câmbio não está mais a nosso favor, então só tenho uns
10% de produtos importados. Em compensação, o design nacional está maravilhoso,
e faço questão de receber todos que querem apresentar um trabalho — conta
Anny.

78900655_el casamento LZ Studio.jpg

Há pouco mais de um ano, quando se
preparava para a chegada de seu terceiro filho com o empresário Rony Meisler,
dono da marca Reserva, a empresária, mãe de Nick, Tom e Chiara, de 6 anos, 3 e
1, revolveu criar a LZ Mini, para ajudar mães como ela. Começou no segundo andar
da casa de Ipanema, mas logo ganhou lojas próprias nos shoppings RioSul e
BarraShopping.

— Quando estava grávida de Nick,
tive que trazer tudo de São Paulo. No Tom, comprei pela internet e veio um monte
de coisas de tamanhos diferentes do que eu previa. Com a Chiara, resolvi criar
um negócio para facilitar a minha vida e a de outras mães.

Agora, ela se prepara para duas novidades: abrir a sua quarta loja, que será
um espaço com jeito de casa no Casa Shopping, e a LZ + SPA Deia e Renata, no Leblon.

— A LZ também é um espaço de
experiência, com muitos eventos, como bate-papos, aulas e lançamentos. Minha
loja poderia ter um placa convidando as pessoas a usar as peças, tanto que
raramente os sofás brancos estão limpinhos.

Source: http://oglobo.globo.com/rss.xml?completo=true

Loading...