Cão herói toma facada na cabeça para salvar dono de ladrão

Gino Wensel é o dono de Duke, um cachorro que gosta tanto dele a ponto de ser herói. O animal o salvou de um homem armado durante um assalto na Cidade do Cabo, na África do Sul, uma das regiões mais violentas do mundo. Como consequência, tomou uma facada na cabeça, mas sobreviveu e ficou muito feliz ao reencontrar o dono

ATENÇÃO: IMAGENS FORTES!

Segundo o relato de Gino, um homem com uma faca abordou ele e seu pastor alemão chamado Duke, enquanto os dois passeavam na rua

O cachorro rosnou para o bandido, que o esfaqueou com toda força no crânio

Apesar de profundamente ferido, o cachorro ainda perseguiu o homem e o espantou, antes de cair no chão em uma poça de sangue

VEJA MAIS: Granada da Primeira Guerra é encontrada em saco de batatas

O animal ficou entre a vida e a morte e experimentou uma recuperação milagrosa

Gino achou que ele tivesse morrido, mas percebeu que o animal respirava e telefonou que o ajudou no transporte para a Sociedade de Bem-Estar Animal da África do Sul (AWSSA)

Um porta-voz da AWSSA afirmou que o animal esteve perto da morte e ficou entrando e saindo do coma

LEIA TAMBÉM: Suspeito reproduz técnica do Senhor Miyagi antes de roubar bolsa

Exames revelaram que a lâmina não tinha chegado ao cérebro do cão, mas por milímetros não foi atingido

Felizmente o animal se recuperou e recentemente se reencontrou com Gino, em um momento emocionante

Outra história com final emocionante envolveu um cachorro que fez uma viagem gigante sem querer. Veja a seguir!

O cachorro acima desapareceu da casa onde vivia no Brooklyn, em Nova York, e reapareceu 18 meses depois em Seffner, na Flórida. Uma jornada de mais de 1,6 mil km. As informações são do jornal Tampa Bay Times

Rose Verrill (na foto), 13, encontrou o husky de olhos azuis próximo da casa onde vive, em Seffner. Com ajuda da família e da amiga, Jeanne Baldi, começou uma busca pela origem do cãozinho

Um veterinário local removeu o chip de identificação de Sinatra, como ele é chamado, mas não conseguiu recuperar muita coisa. Apenas o nome “Willis Les” como possível proprietário e um número de telefone com um dígito errado

No entanto, Jeanne, a amiga, foi às redes procurar por “Lesmore Willis” e encontrou uma pessoa com esse nome no Brooklyn: “Enviei uma mensagem para ele pelo Facebook e não achei que isso daria resultado quando vi de onde era”

Leia mais! Siga o mestre! Motorista detida sobre trilhos coloca a culpa no GPS

Em questão de dias, Willis (acima) confirmou que teve um cachorro, mas ele havia desaparecido há meses

Jeanne então enviou a foto de Sinatra e o homem mal pôde acreditar

Veja também: Tartaruga é encontrada nadando com mais de R$ 200 mi em cocaína

O cachorro havia desaparecido logo após uma das filhas de Willis (a primeira da esquerda para a direita) ter morrido num acidente com arma de fogo. “Sinatra foi seu presente de aniversário de 14 anos”, contou o pai

Jeanne disse que o husky estava seguro e bem cuidado na casa temporária. “Ele tem sido um convidado tão maravilhoso e um cão tão doce. Posso ver porque eles o amam tanto”, elogiou Denise, a mãe de Rose

Vale o clique: A triste história do Dumbo real: alcoólatra e morto por um trem

Segundo Willis, o cachorro era conhecido no bairro por perseguir esquilos e guaxinins: “Normalmente ele voltava não mais que 30 minutos depois, mas (dessa vez) ele nunca mais voltou”

Durante meses, a família distribui panfletos e procurou por Sinatra até desistir. Mas, o reencontro entre os Lesmore e o cachorro acontecerá no próximo sábado (1º)

Leia mais! Operação galinha! Ativistas enfiam 140 aves em carro para salvá-las

Um amigo de Rose levará Sinatra até Baltimore: “É claro que ele vai ganhar um grande abraço assim que eu o ver”, comemorou Willis

NÃO VÁ EMBORA AINDA: Empresa quer vender lenços usados a R$ 300: ‘Doente em seus termos’

Source: http://noticias.r7.com/feed.xml

Loading...