Bope faz operação na Cidade de Deus, um dia após homens armados serem flagrados em fuga pela mata

RIO — Policiais militares do Batalhões de Operações Especiais, Choque e de Ação com Cães (Bope/ BPChq/ BAC) realizam, na manhã desta quinta-feira, uma operação na comunidade Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. A ação ocorre um dia após 23 homens serem flagrados andando por uma região de mata. Sete deles estavam armados.

Durante a madrugada desta quinta-feira, moradores relataram pelas redes sociais que veículos blindados da polícia circulavam pela região. Segundo o 18º BPM, eles disseram que não estavam na comunidade, porém tinha recebido a informações que o Bope estava no local.

Nesta quarta-feira, a PM também fez uma operação na comunidade. Segundo o comandante do 18° BPM (Jacarepaguá), tenente-coronel Roberto Dantas, o objetivo da ação é a retirada de barricadas nas entradas da comunidade.

— Nós precisamos tirar as barricadas para que, num segundo momento, os nossos veículos avancem em pontos estratégicos do terreno. Estamos com um cerco amplo nas vias do entorno, como as estradas dos Bandeirantes e Marechal Miguel Salazar Mendes de Morais, para evitar que eles venham para essas áreas. Depois vamos fazer incursões para tentar prender esses criminosos e cumprir mandados de prisão.

LEIA: Uso de bombas por helicóptero em ação na Cidade de Deus é alvo de críticas de especialistas

O comandante destacou que as barricadas da Cidade de Deus são formadas, em sua maioria, por “jacarés”, que são esteiras de aço com vergalhões pontiagudos virados para cima que rasgam os pneus de carros blindados. Ainda segundo Dantas, tão logo a passagem seja liberada, o objetivo da PM é chegar até uma localidade conhecida como o “almoxarifado do crime”.

Suspeito morre em confronto

Um homem morreu durante a operação desta quarta-feira na comunidade. De acordo com a Polícia Militar, era um suspeito de tráfico que usava uma tornozeleira eletrônica e estava com uma pistola.

O confronto no qual o homem ficou ferido ocorreu no Caminho Outeiro, um dos pontos onde os agentes realizam um cerco. Já foram apreendidos “jacarés” — estruturas de ferro vergalhões pontiagudos virados para cima que rasgam os pneus de carros blindados da polícia.

PM tinha informação de fuga pela mata

O tenente-coronel Dantas informou que o 18º BPM (Jacarepaguá) já tinha informações sobre rotas de fuga pela mata usada pelos bandidos da Cidade de Deus. E que, por isso, todo o entorno da comunidade foi cercado por policiais

— Nós tínhamos informações de inteligência e também de mensagens do Disque-Denúncia (21 2253-1177) dessa fuga pela mata. Mas as imagens foram essenciais e de grande ajuda, porque agora vamos conseguir fazer um planejamento sabendo por onde eles acessam durante as fugas — disse.

Ainda de acordo com o comandante, a fuga mostra que os criminosos se sentiram encurralados com a ação da PM na comunidade. Após a retirada das barricadas, os militares vão fazer incursões em áreas de vegetação mais densa com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope):

— Nosso planejamento inicial era apenas a retirada de barricadas. Num segundo momento, com as vias livres, a tropa avança para fazer os mandados de prisão e atuar nos pontos específicos. Com o Bope e apoio aéreo vamos fazer agora a área de mata, de difícil acesso. O asfalto está todo cercado, eles não vão para o asfalto. Eles, com certeza, se sentiram encurralados e fugiram.

Cena semelhante

Em novembro de 2010, uma cena semelhante à registrada na Cidade de Deus foi registrada na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio. Uma ocupação policial na comunidade provocou a fuga em massa de bandidos por uma trilha que liga a comunidade ao Complexo do Alemão.

A fuga em massa na Vila Cruzeiro TV Globo / Reprodução

RELEMBRE: Polícia invade Complexo do Alemão

Na ocasião, cerca de cem criminosos seguiram por uma estrada no alto da Vila Cruzeiro. Eles estavam a pé, em motos e em picapes. Pelo menos dois dos homens foram feridos durante a fuga e acabaram sendo resgatados pelos próprios cúmplices.

Source: http://oglobo.globo.com/rss.xml?completo=true

Loading...