Aventura pelo céu de Ribeirão Claro


Rampa para a prática de parapente na cidade, fica em um lugar encantador e recebeu atletas de diferentes Estados brasileiros A quinta etapa dos Jogos de Aventura e Natureza já começaram na região de Angra Doce. Durante o último fim de semana estive em Ribeirão Claro, com minha família, para acompanhar a prova de parapente que aconteceria na Estância Pedra do Índio.
Rampa de voo da Estância Pedra do Índio em Ribeirão Claro.
Marcio Kubo
O parapente é uma modalidade de voo livre e pode ser praticada tanto com a finalidade de competição como apenas por lazer. A competição de parapente estava agendada para acontecer nos dias 23 e 24 de novembro, mas infelizmente foi cancelada devido aos fortes ventos que ocorreram nos dois dias.
Marcio Lichtnow, um dos integrantes da comissão organizadora do evento, me explicou que os participantes inscritos nos jogos eram de diferentes níveis de experiência. Como as condições climáticas não estavam favoráveis para os menos experientes, as provas foram canceladas para todos.
Observando os voos que estavam acontecendo.
Marcio Kubo
Mesmo assim, os céus de Ribeirão Claro receberam o colorido dos parapentes. Muitos dos pilotos, apaixonados pela prática do esporte, não perderam a chance de voar naquele cenário espetacular e, para a alegria daqueles que iriam apenas assistir, praticaram o voo livre, apenas por prazer e sem o caráter de competição.
Perguntei para o Marcio como teria funcionado a pontuação se a competição não tivesse sido cancelada e ele me explicou:
“A prova de hoje seria de permanência e pouso, ou seja, como se fosse um rally. Você decola, a gente estipula um tempo para o piloto, digamos 40 minutos de voo e se ele pousar a mais ou menos do que esse tempo, ele vai perdendo pontos. Ele sai com mil pontos e cada minuto ou segundo que ele atrasa, vai perdendo cem pontos por segundo. Quem ficar com a maioria dos pontos, seria o vencedor da prova de permanência”.
Marcio também contou que chegou a ter noventa pilotos inscritos nos jogos, que saíram de diferentes lugares do Brasil, entre eles do Estado de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Piauí, além do Paraná.
A paisagem ficou ainda mais linda com a presença dos parapentistas no céu.
Marcio Kubo
Além dos voos individuais que estavam acontecendo, havia também alguns voos duplos que são feitos com turistas que visitam a região. Adorei ficar por ali observando os voos que contribuíram ainda mais com a beleza do cenário que estávamos visualizando, composto por morros, muito verde e a água azulada da Represa Chavantes. Essa foi a primeira vez que tive contato com essa modalidade esportiva.
Estava encantada com tudo, entretanto, nem imaginava que minha experiência por lá, seria ainda mais inesquecível.
O céu de Ribeirão Claro estava lindo.
Marcio Kubo
Durante nossa estadia em Ribeirão Claro, conheci o Marcos Linhares, que saiu do Estado de São Paulo para voar nos céus de Ribeirão Claro, motivado pelos Jogos de Aventura e Natureza. Ele me contou que é instrutor de voo, tem experiência nesse tipo de atividade há pelo menos 20 anos e que ama voar.
Marcos me convidou para fazer um voo duplo. Eu sinceramente já havia decidido anteriormente que não iria praticar essa atividade. Sabia que isso seria possível, se quisesse. Mas, ao pensar sobre o assunto anteriormente, apenas sentia medo e por isso saí de casa decidida a não participar.
Sensação de não estar acreditando no que estava acontecendo; o coração foi a mil!
Marcio Kubo
Mas estar junto com aquelas pessoas apaixonadas pelo esporte, conversar e conhecer um pouco mais sobre as regras de segurança me deram um fôlego para aceitar o convite do Marcos. Na verdade, não pensei muito e, quando me vi, já estava no céu.
Decolagem no voo de parapente.
Marcio Kubo
Nem estava acreditando no que estava acontecendo: eu, com todo meu medo de altura, agora estava voando e podia contemplar aquele cenário incrível a muitos metros do chão. Durante nosso voo, chegamos a alcançar 490 metros de altura em relação ao local de onde havíamos decolado e 1300 metros em relação ao nível do mar.
Estar a tantos metros do chão, sentir o vento em meu rosto e voar quase que de frente com os urubus me fez sentir como um pássaro. Foram tantas sensações diferentes, que é praticamente impossível descrever de maneira real. É preciso sentir! Posso ao menos dizer que senti uma incrível liberdade e gratidão por poder estar vivendo um momento como aquele. Cheguei a entender ao menos um pouquinho sobre toda a paixão que os pilotos que conheci deixavam transparecer.
A alegria de voar pela primeira vez na vida em um lugar maravilhoso.
Keila Kubo
Foi um momento inesquecível e de superação!!
Por incrível que pareça, senti muito menos medo do que imaginava. Fui levada a direcionar meus pensamentos para o que realmente deveria estar focando: na beleza do lugar e na incrível sensação de voar. Isso com certeza me ajudou a curtir o voo.
O local onde as competições aconteceriam é próprio para a prática do parapente e tem uma localização privilegiada em frente à Represa Chavantes. Ali existe uma rampa com toda a infraestrutura necessária para receber atletas e pessoas que queiram participar de um voo duplo de parapente, a fim de contemplar a beleza da região com muito mais aventura, intensidade e emoção.
Mesmo para quem não tem interesse nesse tipo de atividade, o lugar é incrível e merece ser visitado por qualquer pessoa que queira ver uma bela paisagem em Ribeirão Claro.
Cenário visto durante o voo livre.
Keila Kubo
Os Jogos de Aventura e Natureza na região de Angra Doce vão até o próximo fim de semana. Em Ribeirão Claro, terá competições de Corrida de Aventura, Canoagem de Velocidade e Futevôlei. Outras cidades que também estão recebendo os jogos são: Carlópolis, Siqueira Campos, Jacarezinho e Salto do Itararé.
Durante a semana, estão acontecendo, em cada uma dessas cidades, diversas oficinas voltadas para a comunidade. Se quiser saber mais sobre a agenda dos jogos, acesse o site.
Para saber o que mais você pode viver na belíssima região de Angra Doce, acesse Viaje Paraná.
Sobre a Viajante:
Meu nome é Keila Kubo, amo viajar pelo Paraná com minha família e compartilhar nossas deliciosas experiências no Blog Turistando Pelo Paraná. Estou acompanhando os Jogos de Aventura e Natureza e vou contar para você sobre minhas aventuras em cada região por onde os jogos estão acontecendo.
Source: http://g1.globo.com/dynamo/rss2.xml

Loading...