AGU vai recorrer de decisão que proibiu fusão entre Embraer e Boeing

BRASÍLIA — A Advocacia-Geral da União (AGU) informou nesta sexta-feira que vai recorrer da decisão liminar que proibiu a fusão entre a Embraer e Boeing. O recurso será protocolado junto ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3). O negócio foi interrompido por uma decisão de um juiz de São Paulo, após ação popular de quatro deputados do PT.

Mais cedo, a Embraer também informou que vai recorrer da decisão. A empresa, no entanto, não informou quando apresentaria o recurso. Em fato relevante, a empresa informou “que tomará todas as medidas judiciais cabíveis para reverter a referida decisão e manterá seus acionistas e o mercado informados acerca de quaisquer desdobramentos relevantes relativos à ação popular”.

A ação foi apresentada à justiça por quatro deputados petistas: Paulo Pimenta (PT-RS) e Carlos Zaratini (PT-SP), Vicente Cândido (PT-SP) e Nelson Pellegrino (PT-BA). A Boeing não se pronunciou sobre a liminar. Embraer

Source: http://oglobo.globo.com/rss.xml?completo=true

Loading...