551 servidores da Unesp entram greve em Araraquara por falta de 13º salário


Paralisação afeta a rotina do setor técnico-administrativo, onde os servidores do regime autárquico não receberam o benefício. Servidores da Unesp de Araraquara entram em greve por falta de 13º salário
Rodrigo Sargaço/EPTV
Ao menos 551 funcionários do campus da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Araraquara (SP) entraram em greve nesta segunda-feira (14) devido à falta de pagamento do 13º salário.
A paralisação afeta a rotina do setor técnico-administrativo, onde os servidores do regime autárquico não receberam o benefício.
Segundo um dos membros do Sindicato dos Trabalhadores da Unesp (Sintunesp), a decisão de iniciar uma greve foi definida em assembleia no dia 4 de janeiro.
Outros campi
Na semana passada, o G1 relatou a situação dos 878 funcionários estatutários dos campi da Unesp da região que estão sem o pagamento do salário.
Além dos servidores de Araraquara, em Rio Claro, 325 funcionários não foram pagos e, em São João da Boa vista, dois.
A universidade pagou o 13º salário somente para funcionários contratados pelo regime CLT, com carteira assinada.
Conselho deve decidir
Em nota, a Unesp informou que as quatro faculdades do cumpus de Araraquara estão funcionando normalmente.
Questionados sobre o pagamento do 13º, a universidade disse que aguarda a reunião do Conselho Universitário para discutir o assunto na semana que vem.
Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.
Source: http://g1.globo.com/dynamo/rss2.xml

Loading...